segunda-feira, 24 de março de 2008

Super CariocaA que ponto chegou o sindicalismo acreano. Quinta-feira, os sindicalistas vão se encontrar para debater formas para encontrar uma tática que possibilite negociar com o assessor político do governo Carioca Nepomuceno.

Carioca não tem mandato, nem nome de secretário, mas faz tremer seus interlocutores na mesa de negociação.

Esses sindicalistas deveriam, antes de tudo, encontrar a melhor forma de dialogar com as bases. Agindo assim, teriam mais força para reivindicar.

Leia abaixo release enviado pela assessoria do Sindicato dos Urbanitários:

Sindicalistas vão debater tática para negociar com Carioca

A diretoria do Sindicato dos Urbanitários está convidando para uma reunião em sua sede nesta quinta-feira às nove horas os dirigentes de todos os outros sindicatos e entidades representativas dos servidores públicos estaduais.
O sindicalista Francisco Adamastor explica que o objetivo da reunião é discutir uma tática para que o assessor político do governo, Francisco Nepomuceno, o Carioca, os receba para negociar um Acordo Coletivo.
“Desde 2006 que não conseguimos sentar para negociar com o Carioca”, afirma a sindicalista Maria José Lima de Souza.
“As entidades não têm sido recebidas pelo assessor político desde o governo anterior. A preocupação do sindicato é que estava marcada uma reunião para fevereiro, mas foi adiada. Agora estamos no fim do mês de março sem nenhuma resposta para levar aos trabalhadores a respeito dos acordos coletivos. Não vemos outra forma de convencê-lo a dialogar que não seja através de uma união de todos os sindicatos”, afirmou Marcelo Jucá, presidente dos Urbanitários.