quinta-feira, 24 de abril de 2008

Lula e Eduardo no Senado
Lula está tão entusiasmado com a votação que teve no Amazonas, que já se fala numa candidatura sua ao Senado por aquele Estado.

O presidente foi lançado ao cargo pelo deputado Sinésio Campos (PT). Venceria tranquilamente. A outra vaga seria do governador Eduardo Braga (PMDB).

Conforme esse blog houvera antecipado, a briga entre o governador Eduardo Braga e o senador Arthur Virgílio (PSDB) está acirrada, a ponto de o tucano desencavar bois do peemedebista no pasto de Marcio Bittar (PPS), em Sena Madureira.
O motivo do acirramento seria porque o tucano fez uma pesquisa onde Lula e Braga aparecem como vencedores na disputa para o Senado.

Com a dobradinha fechada, Virgílio teria que subir de balsa até Marechal Thaumaturgo, no Acre. A informação estão no site do Chico Bruno -
http://www.chicobruno.com.br.

Com a arrogância que lhe é peculiar, Arthur Virgílio declarou que não é a disputa política pelo Senado que alimenta sua briga contra Braga. Ele disse: “Não tenho medo de perder nada. Se a questão fosse o Senado, me elegeria por qualquer Estado do País".

Aqui no Acre ele não venceria de jeito nenhum.

O problema dessa chapa de Lula e Eduardo Braga será se eles também se associarem para criar boi em solo acreano. Ai ninguém irá segurar o desmatamento.

Um comentário:

Leandrius disse...

Realmente nao sei se Artur Virgilio se elegeria por qualquer estado, mas com certeza o estado pelo qual ele for eleito tera orgulho, pois e inteligente, guerreiro, combativo e nao se dobra para a Petralha. Realmente sei que suas chances no Acre seriam minimas, ja que vai contra os principios imbecis acreanos que elegem uma Marina Silva, um estado que tem essa senhora nao pode querer iguala-la a uma homem da maior e melhor estirpe como Artur Virgilio. Adoro o Amazonas, mas tenho pena da politica daquele estado, ja perderam da politica o grande Bernardo Cabral, agora podem perder Virigilio, salva-se pelo Eduardo, mas morre-se se pensar em eleger o alcolatra-analfabeto