sexta-feira, 11 de abril de 2008

Oposição de olho nos vivos

Operação caça-fantama do PP falha
O deputado federal Sérgio Petecão (PMN) foi à sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para buscar informações sobre a representação do PP, que apresentou 3.743 atestados de óbitos para tentar impedir a realização do segundo turno em Rio Branco.

Pré-candidato a prefeito, Petecão foi acompanhado dos deputados estaduais Luiz Calixto (PDT), Luiz Gonzaga (PSDB) e Chagas Romão (PMDB). Também compareceram os vereadores Rodrigo Pinto (PMDB), Pedrinho Oliveira (PMN) e Bete Pinheiro (PPS).

Os parlamentares conversaram com o corregedor do TRE, desembargador Arquilau de Castro Melo.

Foram informados que a Justiça Eleitoral já analisou 500 atestados de óbitos e apenas cinco não haviam sido registrados em cartório. A tendência é que essa média de 1% seja mantida.

Arquilau afirmou aos parlamentares que são grandes as possibilidades de haver dois turnos nas eleições municipais deste ano. Segundo ele, a Justiça Eleitoral está reforçando o trabalho para cadastrar novos eleitores.

Somente em dois dias, na Escola Glória Perez, foram cadastrados 600 novos eleitores.

Pelo jeito, a Operação Caça-fantasma do PP falhou e os vivos vão vencer os mortos.

Um comentário:

Voz de Tarauacá disse...

Seria bom que esse pessoal do PP procurassem conhecer melhor o trabalho desenvolvido na Justiça Eleitoral. E tão logo veriam que não seria necessário terem perdido tempo, buscando informações sobre os óbitos ocorridos na Capital. Como tão bem informou o colunista, essas informações são passadas mensalmente aos Cartórios Eleitorais.
Em vez de irem atrás de quem está morto, deveriam ir correr atrás dos vivos, os eleitores que desprezaram a legenda, ver se elegem pelo menos um vereador. Haja visto que nem isso eles conseguiram na eleição passada.